Estamos juntos

Palancas derrotam categoricamente Namíbia (3-0) e defrontam Super Águias nos quartos-final

A selecção angolana, ao bater por três bolas sem resposta a Namíbia, no Sábado, dia 27, foi a primeira apurada para os quartos de final do Can 2023. A equipa, treinada pelo português Pedro Gonçalves, fez história ao vencer pela primeira vez um encontro numa fase a eliminar do CAN.

Na primeira parte, ambas as equipas a tentaram furar as defesas adversárias, mas foi a seleção angolana a experienciar o primeiro dissabor: aos 14 minutos, Neblú defendeu com as mãos fora da área e viu o cartão vermelho directo. Reduzidos a dez, os palancas negras não baixaram os braços e acabaram recompensados, quando, aos 38 minutos, Gelson Dala coloca os angolanos em vantagem no marcador após assistência de Fredy. Seguiu-se um verdadeiro rodopio de acontecimentos: dois minutos depois, Haukongo viu o segundo amarelo e respectivo vermelho, deixando as equipas em igualdade numérica, e, no seguimento da infração, Fredy cruzou para a área e Gelson bisou, desta vez de cabeça.

A segunda etapa começou com a Namíbia a dominar os primeiros minutos, a tentar correr atrás do prejuízo, mas sem sucesso. Aos 66 minutos, Angola contrariou a tendência do segundo tempo e, numa grande jogada de contra-ataque, Gelson Dalas assistiu Mabululu para o golo da tarde, fixando o resultado em 3-0.

Com esta vitória, Angola segue em frente e mantém viva a esperança de chegar, pela primeira vez, às meias-finais da competição. Antes, terá de ultrapassar a Nigéria que venceu os Camarões, no mesmo dia, por duas bolas a zero.

Na sexta-feira, dia 2, às 18h00 de Luanda, no Estádio Felix Houphouet-Boigny, em Abidjan, estarão frente a frente duas selecções treinadas por técnicos portugueses: Pedro Gonçalves e José Peseiro, respectivamente de Angola e da Nigéria. Os dados estão lançados!

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...