Estamos juntos

Camponeses de Luanda pedem mais apoio do Estado

Os camponeses da região de Luanda pediram às autoridades um apoio maior face às dificuldades que enfrentam para tornar eficiente a sua produção.

O Presidente Executivo da União Nacional de Camponeses (UNAC) em Luanda, José dos Santos, adiantou à RDP África, que as ajudas das autoridades ficam muito aquém, tendo em conta a situação de cada cooperativa. “Encontrámos camponeses organizados em corporativas com cerca de 200 membros e recebem de uma instituição pública três sacos de fertilizantes. Consideramos esse apoio claramente insuficiente em função da realidade dessas famílias camponesas, pela dimensão do terreno em que produzem. Estes três sacos de fertilizante acabam por não servir o propósito de apoiar essas famílias.”

Este líder associativo pensa que é necessário acabar com a ideia de que Luanda não tem produção agrícola e pede aos órgãos administrativos da capital angolana que prestem mais atenção aos camponeses. “Gostava que o Governo da Província de Luanda prestassem mais atenção às famílias camponesas residentes nas comunidades rurais dos municípios de Viana, Cacuaco, Quissama e Belas. São famílias que na sua maioria dependem da actividade agrícola. São famílias que, ao seu nível, sempre produziram e ajudaram a minimizar a situação alimentar da nossa população de Luanda.”

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...