Estamos juntos

Archer Mangueira destaca aposta do Executivo na sustentabilidade ambiental

A inauguração das infra-estruturas de apoio ao Parque Nacional do Iona representa a preocupação do Executivo na promoção da sustentabilidade ambiental e do turismo, afirmou, esta quinta-feira, o governador do Namibe, Archer Mangueira.

O governador falava em declarações à imprensa, no quadro da visita que o Presidente da República, João Lourenço, efectua este fim-de-semana ao Namibe, onde vai inaugurar as referidas infra-estruturas.

Segundo Archer Mangueira, as novas infra-estruturas vêm sinalizar a prioridade dada às questões ambientais e do tursimo pelo chefe de Estado angolano, preocupado com a sustentabilidade ambiental do parque tido como um dos maiores de África.

Trata-se de um edifício que comporta 80 quartos, escritórios e outras áreas de apoio logístico, que sustenta toda a beleza paisagística do parque.

Archer Mangueira considerou o Parque Nacional do Iona uma referência para a protecção da biodiversidade, desde a sua fauna e flora, que será também o sitio de âncora para o desenvolvimento do turismo, no Namibe.

Em relação às vias de acesso para o Parque, Archer Mangueira reconheceu que estas devem ser melhoradas, para facilitar a locomoção da população que lá vive e dos turistas.

Consta da agenda do Executivo melhorar  o acesso ao Parque do Iona, mas já se faz bastante turismo pelo deserto, com a exploração das vias que, neste momento, estão à disposição das pessoas, disse.

O governador deu a conhecer que, durante  a anunciada reunião do governo local com o Presidente da República, fará uma apresentação do ponto da situação do Projecto de Desenvolvimento Integrado da Baía de Moçâmedes.

O projecto inclui a reabilitação do Porto Mineraleiro do Saco-Mar e da sua Ponte Cais, iniciada no ano passado, a expansão do Porto Comercial, também em curso, do novo Terminal de Contentores, entre outros projectos que estão a ser executados.

Informou que será igualmente prestada uma informação detalhada sobre a problemática da seca, bem como dos projectos em curso nos domínios da energia e águas, infra-estruturas rodoviárias, educação, saúde, providência social, entre outros sectores.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...