Estamos juntos

Ministro considera dinâmica cooperação com Itália

O ministro das Relações Exteriores, Téte António, declarou esta terça-feira, em Roma, que a visita do Presidente da República, João Lourenço, à Itália vem dar um impulso à cooperação bilateral, que considerou bastante dinâmica.

“Com a Itália, pretendemos aprofundar essa relação e a visita do Presidente da República constitui, com certeza, o ponto mais alto desta nossa relação histórica”, assinalou o chefe da diplomacia angolana.

O ministro Téte António falava à imprensa na capital italiana, a propósito da visita do Presidente João Lourenço a este país europeu, onde chegou esta terça-feira a convite do seu homólogo Sergio Mattarella, para uma permanência de Estado de dois dias.

No entender do governante angolano, a deslocação é o reiterar das boas relações entre os dois países, tendo sublinhado que a Itália foi o primeiro país ocidental a reconhecer Angola como um estado independente.

“A Itália sempre esteve do nosso lado. Até nos momentos mais difíceis da nossa história”, expressou.

Destacou uma Angola voltada para as reformas económicas, com o foco na diversificação da economia e no alargamento da cooperação com  parceiros internacionais.

O ministro Téte António fez uma avaliação positiva das relações bilaterais entre os dois países.

A aposta do Executivo angolano na diversificação da economia tem sido uma oportunidade para o incremento da cooperação da Itália com Angola em sectores como a agricultura e pescas, recursos minerais, petróleo e gás.

Na lista de sectores encontram-se também comércio e indústria, energia e águas, transportes, defesa nacional e veteranos da pátria, interior, cultura, turismo e ambiente, segundo dados das autoridades angolanas.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...