Estamos juntos

Embalo promete designar novo 1º ministro esta terça-feira

O Presidente da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embalo, afirmou hoje, segunda-feira, dia 11, que “até terça-feira [amanhã]” indicará um novo primeiro-ministro para formar um novo Governo e dar continuidade à gestão do país que, segundo as suas palavras, “não pode parar”.

Embalo falava à chegada ao aeroporto de Bissau, proveniente da Nigéria, onde participou na cimeira ordinária de chefes de Estado e de Governo da Comunidade Económica de Estados da África Ocidental (CEDEAO).

Embalo disse que a situação na Guiné-Bissau foi abordada na cimeira, tendo os líderes da organização oeste africana “condenado, sem reservas, a tentativa de golpe de Estado” ocorrida no país, no passado dia 1.

O Presidente guineense disse que a posição da CEDEAO em relação às questões abordadas na cimeira, que decorreu na cidade de Abuja, será conhecida no comunicado final da cimeira, mas adiantou que a organização se manifestou solidária com o povo da Guiné-Bissau.

A organização também apelou à comunidade internacional no sentido de continuar a apoiar a Guiné-Bissau, exortou para a revisão da Constituição e pediu o reforço do diálogo político interno, notou Embalo.

O Presidente não abordou a situação do parlamento, que, entretanto, dissolveu no dia 4, sob a acusação de ser foco de instabilidade no país, embora o líder do órgão, Domingos Simões Pereira tenha considerado a decisão de Umaro Sissoco Embalo de inconstitucional.

Entretanto, Simões Pereira anunciou para quarta-feira, dia 13, a retoma da sessão plenária do parlamento.

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...