Estamos juntos

Chefe de Estado felicita Forças Armadas pelo 32° aniversário

O Presidente da República, João Lourenço, felicitou, esta segunda-feira, todos os militares e trabalhadores civis das FAA, por ocasião do 32° aniversário
da corporação.

Em mensagem, o Chefe de Estado felicita calorosamente os oficiais generais, almirantes, superiores, capitães e subalternos, sargentos e praças, bem como os trabalhadores civis que, na linha da frente e na retaguarda, asseguram a defesa intransigente da independência, da soberania nacional e da integridade do solo pátrio, criando as condições de segurança e estabilidade necessárias ao desenvolvimento e progresso social do país

“No contexto da paz, as Forças Armadas têm granjeado maior prestígio devido ao seu engajamento em tarefas sociais e outras de interesse público, como, por exemplo, a sua participação em actividades comunitárias e na preservação do meio ambiente, concorrendo para a melhoria das condições de vida das populações”, refere a missiva.

Assegura que o Executivo angolano, em conformidade com as capacidades orçamentais e no interesse da defesa nacional, vai continuar a implementar políticas que tornem as FAA cada vez melhor servidas do ponto de vista de infra-estruturas de aquartelamento, armamento, meios técnicos e materiais e o melhoramento das condições de trabalho e de valorização dos seus efectivos, no âmbito do processo de reestruturação, redimensionamento e modernização em curso.

Reitera a sua homenagem “a todos quantos perderam a vida no cumprimento da sua nobre missão de defesa da pátria, certo de que continuarão a ser lembrados em todas as ocasiões nos anais da história de Angola”.

O Comandante-em-Chefe dirige-se “aos jovens continuadores da gigantesca obra iniciada pelos antigos combatentes e veteranos da pátria e por todos os que se envolveram nas duras batalhas pela independência nacional, autodeterminação e estabilidade nacional”.

João Lourenço augura que os militares continuem firmes no cumprimento da árdua e honrosa missão de servir a pátria, demonstrando valores que ressaltem o patriotismo inabalável, pois, sublinha, “a pátria aos seus filhos não implora, ordena!”. 

Notícias relacionadas
Comentários
Loading...